sexta-feira, 22 de junho de 2018

COSTELINHA ASSADA com batatas e minicebolas

Eu não gosto de comprar nenhum produto desses que já são temperados, eu acho que fica com muito gosto do tempero  tirando completamente o sabor da carne, seja ela de frango ou de porco. Como eu estava no mercado com uma vizinha na hora que a costelinha entrou na promoção e como ela garantiu que depois de pronta a tal costelinha ficava deliciosa, eu comprei p/experimentar e p/falar a verdade, não me arrependi não;

Receita:
1kg de costelinha congelada já temperada
Depois de descongelada, retirei da embalagem, coloquei n/saco Assarápido  e levei ao forno preaquecido 180º por +- 1 hora e 30minutos. Depois desse tempo abri o saco e deixei ainda no forno até ficar bem douradinha (virei de lado por 2 vezes p/ressecar).

Depois da costelinha pronta, retirei da assadeira e reservei. Na mesma assadeira ainda com o saco, coloquei cubos médios de batatas  e minicebolas. reguei com azeite, polvilhei  com sal, orégano, pimenta do reino e alecrim seco. Cobri com papel alumínio e continuou ainda no forno 180º até ficarem macias e douradinhas (sacudia a assadeira de vez em quando p/aproveitar toda a crosta formada no saco, isso ajudou p/que as batatas e as cebolas ficassem douradinhas)

OBS:
Como eu uso a batata asterix, coloquei elas já em cubos junto com as minicebolas  n/panela com água (sem colocar sal) e deixei cozinhando por uns 2 minutinhos depois da água levantar fervura. Escorri bem e aí sim coloquei na assadeira.

P/salada:
2 beterrabas médias cozidas al'dente e fatiadas. Reservei...
Molho:
Coloquei n/panelinha 2 colheres de sopa de azeite, juntei pimentões coloridos fatiados (fatias médias) e refoguei deixando em fogo baixo só até eles murcharem levemente. Nesse ponto acrescentei azeitonas pretas, temperei com sal e pimenta do reino, reguei com mais azeite e coloquei  o molho já pronto sobre as beterrabas reservadas


Acompanhou: 
Arroz branco e farofa






mostrando como eu deixo o saco aberto p/dourar



aqui já com as batatas e as minicebolas douradinhas...

quarta-feira, 20 de junho de 2018

ANTEPASTO DE JILÓ

Se você não gosta de jiló e torce o nariz só de ouvir o nome ou ver fotos dele, eu sugiro que só dê a sua opinião assim que experimentar esse antepasto. Você pode guardar na geladeira e servir com torradas como eu mostro na foto ou mesmo como complemento de alguma salada. Eu já postei outra receita, mas um pouco diferente dessa. Link da receita aqui:
OBS:
Esse antepasto foi preparado na época da greve dos caminhoneiros no país e os pimentões coloridos não foram colocados pq o preço  estava inviável, mas p/falar a verdade eu adorei esse novo modo. Experimenta aí antes de falar mal do jiló e depois me conta ok?

Receita:
Jiló usei 6 grandes (não pesei)
1 cebola média cortada em pétalas 
1/2 pimentão grande (verde) fatiado
2 dentes de alho socados
Azeitonas verdes recheadas fatiadas (usei as que eu tinha)
3 colheres de sopa de vinagre branco
Molho de pimenta    a gosto
Sal                            a gosto
Pimenta do reino      a gosto
Orégano                    a gosto
Páprica picante         a gosto
Louro em pó             a gosto
Salsinha desidratada a gosto
+- 3 colheres de sopa de vinagre
+- 6 colheres de sopa de azeite ou a gosto


Modo:
1- Cortei os jilós ao meio no sentido comprimento e depois em fatias não muito finas
Dica p/não oxidar:
Lavei bem os jilós, retirei os cabos e já fui colocando de molho em água e sal inteiros mesmo. Peguei 1 jiló de cada vez, fatiei e voltei com as fatias p/tigela do molho deixando ali por 15 minutos...

2- Depois dos 15 minutos escorri bem (sem lavar) e sequei as fatias com papel toalha. Coloquei as fatias n/assadeira pequena, polvilhei com todos os temperos, reguei com o vinagre e depois com o azeite, tampei a assadeira com papel alumínio e deixei descansando sobre a pia por +- 15 minutos...

3- Depois do descanso levei ao forno preaquecido 180º  por +- 1 hora (meu forno é lento)
Dica:
Na metade do tempo de forno eu  mexi delicadamente e acertei o sal








             É sério mesmo que vc não gosta de jiló?


Então eu acho sinceramente que vc não sabe o que está perdendo!






























segunda-feira, 18 de junho de 2018

TORTA PRÁTICA DE SARDINHA (aproveitando pão dormido)

Se tem uma coisa que nunca falta na minha casa é sardinha em lata e nem sei dizer quantas vezes essas latinhas já foram a minha salvação na cozinha. Elas já me salvaram em dias sem inspiração, dias de muita pressa, dias de gripe daquelas que nos deixam "esbagaçadas" kk e por aí vai. Dessa vez usei as benditas latinhas p/aproveitar uns pães dormidos e tive ainda mais certeza de que elas realmente não podem faltar na minha despensa. 
A receita eu encontrei aqui:
OBS:
Vou deixar aqui a receita no modo que eu preparei, pq no modo da receita (ver o vídeo no link) achei que a torta ia ficar dura e sem graça, isso pq eu costumo fazer umas tortas de geladeira muito parecidas com essa, só que com pão de forma, mas a escolha é de quem vai preparar.  A receita da que costumo fazer com pão de forma eu deixo o link aqui:

Receita no meu modo:
3 pães franceses dormidos cortados em fatias (nem grossas e nem muito finas)
Maionese de boa qualidade (usei 3/4 do sachê de 200g)
Molho de sardinha

P/o molho:
1 colher de sopa de azeite
Cebola  a gosto em cubinhos (usei 1/2)
1 dente de alho socadinho
Tomate sem sementes em cubos (usei 1 grande)
2 latas de sardinha sem as espinhas (usei a com molho de tomate picante e usei também o molho da lata)
Salsinha picada a gosto
Sal a gosto


Modo:
Dourei levemente o alho no azeite, juntei a cebola e o tomate dando uma refogadinha rápida. Acrescentei as sardinhas com o molho das latas misturando bem com uma colher de pau, acertei o sal e deixei em fogo baixo somente por 1 minutinho. Assim que retirei do fogo adicionei a salsinha picada e reservei...


Montagem:
Coloquei n/refratário raso a metade das fatias dos pães (se necessário tampar os buraquinhos formados entre as fatias com o próprio pão francês ou com pão de forma), cobri com a metade da maionese e por cima a metade do molho compactando bem com uma colher. Preparei a outra camada usando as outras metades das fatias de pão, da maionese e do molho de sardinha, terminando com o molho. Cobri o refratário com papel alumínio e deixei descansando por +- 15 minutos p/a maionese e o molho serem absorvidas pelo pão...
Levei ao forno rapidamente, só p/dar uma leve secadinha no molho...





Dicas:
1- As tortas que eu faço do mesmo modo, mas com pão de forma não vão ao forno
2- Experimentei quente, mas não gostei achei que ela gelada fica muito melhor e melhor ainda de um dia p/outro
3- Pela minha "experiência", acho que talvez no modo da receita usando pouca maionese e pouco molho, as fatias de pão fiquem parecendo torradas, mas pela foto da receita não parece assim. Tenho que experimentar p/saber...







...aqui só as fatias


        já com a maionese...





Como eu fiquei com medo do molho transbordar e sujar o forno, coloquei o refratário dentro de uma assadeira, mas ele não transbordou...













ALÉM DE APROVEITAR OS PÃES DORMIDOS, AINDA RENDEU  UM LANCHINHO BEM DELICIOSO...
Hummmm!

sexta-feira, 15 de junho de 2018

FRANGO NA CERVEJA PRETA c/batatas, saladas e a historinha de uma farinha d'água

Um dia desses eu passei n/das lojas "Casas Pedro" p/comprar uns temperinhos e como eu não conhecia resolvi experimentar a farinha d'água n/farofa, resultado, a farinha fica dura demais, pelo menos eu não gostei. Decidi então  fazer um cuscuz p/aproveitar e como eu tinha preparado a farofa c/torresminhos, cebola roxa e manteiga  o sabor ficou bem legal e deu até p/comer em pedaços pequenos, masssssss na verdade eu não  aprovei a farinha. Por sorte eu estava preparando umas coxas de frango na  cerveja preta que ficaram tão deliciosas, que foram exatamente elas que  salvaram meu almoço nesse dia.

Receita:
1 kg de coxa de frango temperadas com:
Alho, sal, molho de pimenta, shoyu, molho inglês, cominho, colorau, louro e vinagre. Deixei descansando na marinada de um dia p/outro...
No dia seguinte n/tigela preparei uma pastinha com:
Mostarda, catchup, cebola ralada, maionese, cheiro Verde, orégano, alho socadinho e sal misturando tudo muito bem...
Retirei as coxas da marinada, passei a pastinha em cada uma colocando-as n/assadeira untada com margarina. Reguei com 1/4 da lata de cerveja preta (usei a Petra) e levei ao forno 180 graus preaquecido por +- 50 minutos...
Depois dos 50 minutos retirei a assadeira do forno, virei as coxas de lado, coloquei as batatas, reguei com + 1/4 restantes  de 1/2 lata da cerveja e voltei com a assadeira p/o forno até as coxas ficarem douradas e macias.

Dica:
As batatas eu cozinhei (inteiras e sem as cascas) em água e sal bem a'dente, deixei esfriar e cortei cada uma em 4 partes p/serem colocadas depois na assadeira.



Molho p/regar as saladas (guarnição):
Coloquei n/panelinha 2 colheres de sopa de azeite, 1 cebola  média fatiada e 1/2 pimentão verde fatiado refogando bem. Acrescentei azeitonas pretas, vinagre e sal a gosto,  retirei  do fogo, reguei com mais azeite e passei p/uma tigelinha  até a hora de servir com as saladas...



Acompanhou:
Arroz branco, salada de brócolis  e saladinha de alface, pepino e ovo cozido










Eu faço muito frango com cerveja branca, com cachaça, com vinho, com conhaque, mas com cerveja preta eu virei fã kk


















aqui mostrando que o que era p/ser uma farofa virou um cuscuz bonitinho, mas provando tb que nem sempre devemos comer com os olhos kkk. Ficou bonito, até meio gostosinho, mas não p/ser repetido. Pelo menos na minha opinião.







quarta-feira, 13 de junho de 2018

TORTA DE ABOBRINHA C/BIFÃO ACEBOLADO E SALADAS

Eu continuo não sendo fã de abobrinha, mas confesso que me surpreendo com algumas receitas que encontro e que me deixam de boca aberta de tão gostosas que ficam e essa torta é uma delas.
Fonte:
https://www.youtube.com/watch?v=hvfFBaT3uFM
Receita:
1 abobrinha verde média picada (cubos não muito pequenos)
1 cebola picadinha (cubos pequenos)
1/2 xícara de parmesão ralado
Sal a gosto
Pimenta  do reino a gosto
3 folhas de manjericão  picadas (não usei)
1/4 de xícara de chá de farinha de trigo
3 ovos levemente batidos
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de fermento em pó  (usei 2)






Modo:
Coloquei n/tigela a abobrinha, o queijo ralado, a cebola, a pimenta do reino, a farinha de trigo, os ovos levemente batidos e o azeite, sempre misturando bem. Acertei o sal e por último acrescentei  o fermento misturando delicadamente...
Coloquei a massa  n/refratário untado com margarina e polvilhado com farinha de rosca acertando bem com as costas de uma colher. Levei ao forno 200º por +- 40 minutos.






Minhas dicas:
1- Na receita diz 20 minutos de forno, mas no meu forno que é lento eu deixei até ver que fundo e laterais estavam dourados e assim a torta ficou no ponto certo, melhor então usar refratário p/poder ter essa visão

2- Usei um refratário grande e a torta ficou baixinha, mas eu gostei dela nessa espessura

3- A torta desenforma super bem






ACOMPANHOU:
Arroz branco, bifão (depois cortado em fatias) com molho acebolado, salada de alface com ovo cozido, cebola roxa e azeitonas e outra saladinha de beterraba regada com azeite


























Minhas dicas:
Desenformada a torta dá p/servir nos 2 modos, fica a gosto...

No 1º modo dá p/cobrir com maionese e decorar c/tomatinhos, azeitonas, salsinha ou tudo mais que a imaginação permitir e no 2º modo, ela purinha, que foi como eu servi





...Aqui mostrando o bife já fatiado, mas ainda sem o molho

Aqui ele já servido com o molho acebolado...

segunda-feira, 11 de junho de 2018

PÃEZINHOS RECHEADOS C/Catupiry e goiabada/para hambúrgueres e outros simples

Quando a gente descobre uma receita que dá certo, com certeza ela tem que ser guardada p/eternidade. No dia que fiz essa descoberta no blog da minha amiga Ís, eu não imaginei que a receita me renderia tantas delícias como vem me rendendo. Eu já preparei a receita como enroladinhos napolitanos no modo da Ís (receita (AQUI),  como  pão tipo cachorro quente (receita (AQUI) e os dois modos só me deram a certeza de que eu deveria inventar muitos outros p/variar os recheios dessa massa deliciosa. Dessa vez preparei uns doces recheados, uns p/hambúrgueres e outros p/serem servidos a gosto...
O blog delicioso da Ís p/quem não conhece, fica aqui:


Receita  (usei copo de 250ml):
Massa:
1 copo de leite morninho
30g de fermento biológico fresco ou 1 sachê de 10g do seco (usei o fresco e deu muito certo)
1 colher de sopa rasa de açúcar
1 colher de chá de sal 
1/2 copo de óleo
+- 1/2 kg de farinha de trigo

Modo:
Dissolvi o fermento com o açúcar, juntei o óleo, o leite morno, coloquei uma parte da farinha de trigo, misturei bem, acrescentei o sal e o restante da farinha de trigo aos poucos até chegar no ponto de uma massa macia. Passei a massa p/uma superfície enfarinhada e sovei muito bem. Voltei com a massa p/a tigela, coloquei a tigela dentro de um saco plástico, fechei e deixei descansar por 15 minutos...

Depois do descanso passei a massa p/uma superfície, dividi a massa em 2 partes, fiz um rolo (com cada da parte da massa), cortei em pedaços nos tamanhos desejados e modelei os pãezinhos...
Uns eu abri porções de massa, recheei cada porção com  Catupiry e goiabada,  modelei  em pequenas bolas, coloquei n/assadeira levemente untada...
Alguns modelei p/serem servidos com hambúrgueres...
Outros a serem servidos a gosto...

Pincelei todos os pãezinhos com gema e

nos recheados polvilhei  açúcar cristal...

alguns polvilhei orégano e outros com gergelim...


Levei ao forno 200º por +- 40 minutos (ou até dourarem)


Dicas:
A farinha coloco aos poucos pq dependendo da marca usada pode levar mais um pouco OU menos um pouco
O tempo de forno vai depender do forno de cada um





O pão ficou perfeito p/ser servido com hambúrguer















































LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...