RECADINHO:

RECADINHO:
Quem entrar como seguidor do blog, favor deixar um comentário p/que eu possa retribuir.
Não dá mais p/entrar nos blogs através do espaço "SEGUIDORES".

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Vale a pena correr atrás dos nossos direitos depois de uma informação que consideramos errada?

Eu não sei se é má vontade ou simplesmente incompetência, mas com certeza vc já recebeu uma informação errada não é mesmo?
Veja essa informação:
Há mais ou menos uns 3 anos, eu comprei um mini processador  da marca Black&Decker. No mês passado quando fui usar, ele ligava, mas girava muito lentamente não conseguindo triturar o que eu queria. Eu entrei na internet, procurei uma autorizada próxima da minha residência e liguei p/saber um ponto de referência do endereço. Quando eu falei do que se tratava, o rapaz que me atendeu, me informou que não existiam peças de reposição pq esse mini processador era descartável. Eu agradeci, desliguei e tudo bem...
No dia seguinte pensando melhor e sabendo que por lei, as empresas são obrigadas a terem em estoque peças p/reposição, por um período razoável após a compra do produto, mesmo que esse produto tenha saído de linha, como entender então, que um mini processador que nem saído de linha tinha, agora pode ser  classificado como descartável?
Resolvi então ligar p/ Black&Decker p/saber o motivo dessa informação. Quando a funcionária atendeu, eu não cheguei nem a reclamar, ela de imediato me passou a seguinte informação:
A senhora leva o produto até a autorizada e nós enviaremos um produto novo, com uma nova garantia (o meu já estava fora da garantia) e a preço de custo. Imediatamente eu concordei!
Voltei então a ligar p/a autorizada pedindo novamente o tal ponto de referência do endereço, e quando expliquei p/o rapaz a negociação com a empresa, ele me exigiu a nota fiscal do produto. AFFFF! 
Eu expliquei que tinha a nota (cupom), e que ele até conseguiria ler, mas não ia conseguir imprimir. Ele então me me passou que isso era uma exigência da empresa. 
Mais uma vez fui muito bem atendida pela funcionária da BLACK & DECKER, que imediatamente ligou p/a autorizada dizendo que não existia essa exigência, já que eu deixaria o produto p/ser trocado.
Fim da novela:
Meu mini processador mais moderno que o outro (o meu ainda está em linha), com uma nova garantia e por um precinho 3 vezes menor que o do mercado.



PARABÉNS P/ A BLACK & DECKER pelo ótimo atendimento de seus funcionários!









Eu sei que a funcionária não fez mais do que sua obrigação, mas foram 2 atendimentos com funcionárias diferentes, e n/país onde a regra vira exceção, acho que nada mais justo que fazer esse agradecimento.











Aí olhando p/a foto eu pergunto:
Valeu a pena procurar os meus direitos e ir atrás de uma informação mais concreta?
P/mim vale  SEMPRE!
No meu caso foram 2 informações erradas kkkk

26 comentários:

Josy disse...

Dinha hoje em dia vale sim muito a pena reclamar dos nossos direitos. A Black & Decker nunca me deu problema, acho uma empresa séria e muito competente. Prova disso está aqui nesse seu post. Justo é justo né amiga. Olhando o seu novo mini processador, vi que o seu é mais novo que o meu, pois o meu deve ser igual ao que vc tinha e que já saiu de linha. Adoro meu mini processador, e quebra um verdadeiro galho. Beijinhos

Rosinha Benvenga e Teresinha Putrini Bortolotto disse...

Lógico que você fez bem em procurar seus direitos e essa firma está de parabéns pelo atendimento bjs Rosinha

Andrea Bitencourt disse...

Oi amiga!!
Na teoria, as empresas têm total obrigação em nos dar um bom atendimento de pós-venda, mas na prática, infelizmente é mais comum o contrário.
Por isso mesmo, vale o agradecimento!
Aqui em Santos, a maioria das marcas têm apenas um ponto de assistência técnica que fica no centro da cidade. Pois bem, toda vez que preciso ir lá é um martírio: uma fila imensa, a total falta de educação dos funcionários e, pior ainda, do próprio dono! Você liga pra lá e: ou não dão informação ou simplesmente não atendem o telefone.
A gente acaba ficando preso numa situação de puro descaso.
É o nosso Brasil Baronil...
Beijos mil e ótimo dia pra ti! =)

Neli Rodrigues disse...

Eu tb sou dessas que vai atrás dos direitos do consumidor.
Concordo com vc em falar bem da empresa, ainda mais numa época em que só se ouve reclamações por todos os lados, seja por qualquer motivo.
E tem gente que gosta de complicar né?
Bjs

Sileni Machado disse...

Oi miga, vale sempre a pena correr atrás dos nossos direitos! O meu final não foi feliz como o seu! Eu ganhei um mini processador da Malory e quebrou na segunda vez que eu usei, tentei encontrar uma solução para o problema, mas nada resolvido até hoje. Depois de tantas tentativas frustradas cheguei a conclusão que não vale o desgaste por um produto ruim. Comprei outro da Wallita excelente e fiquei feliz! Vale a pena sim correr atrás, mas quando o desgaste se torna maior que o valor e a qualidade do produto, é preciso pensar com carinho, rs.
Parabéns para a Black&Decker e pra vc que não se deu por vencida!

Bjs e um lindo dia! ❤️
Vivendo e Aprendendo
Fotos e Prosas

ANALAICE disse...

Que bom que deu certo Dinha!!! Nada como ser bem informada e que bom que a empresa é seria!!! Parabéns pelo seu novo processador! Bjs...

Saron... disse...

É complicado as coisas por aqui no Brasil. Quando se refere ao atendimento ao cliente é pessimo.
Muitos enrolam, outros fazem troca mas não é o que queriamos ou compramos.Enfim...
Pra comprar é tão facil , mas quando surgem alguns problemas é enrolação sem fim.
Vc esta certa sim em correr atras do seu direito de consumidora.
Bjos

Frida Lucia S Ferreira disse...

Tô contigo minha flor, sempre corro atras dos meus direitos e não me deixo vencer pelas negativas, afinal eu cumpro com as minhas obrigações, nada mais justo.

Parabéns a BLACK & DECKER! Esse é um caso de sucesso que deve elogiado e copiado por todas as empresas, muitas vezes só de pensar em ligar para um SAC eu já fico estressada. Raridade um bom atendimento de pós vendas hoje, e olhe que falo com propriedade, porque sou pós vendas, numa empresa de telecomunicações, aquela mais antigas de todas, sabe qual né?!

Vou optar mais por esta marca, nas minhas próximas compras.
Bjs.

sisi sartor sisitricot disse...

Que bom saber que ainda temos empresas com bom atendimento.
Boa semana.

Decorações pra Corações disse...

Nosso que bom que tudo deu certo. E que bom que você voltou para contar, temos a tendência de só espalhar as coisas que não deram certo, mas quando a empresa faz algo bom guardamos para nós mesmo.

Eu, preciso melhorar esse meu lado de correr atras dos meus direitos. Tenho preguiça e medo da burocracia rsrsrs.

Mas vc acacou de me indpirar. Obrigada
Thaís

Andréa disse...

Amiga,
com certeza temos que correr atrás dos nossos direitos seja qual for.
Eu ainda não tive problema com nenhum elétrico domestico, só com a internet
que de vez em quando me passa raiva, logo ligo p/ empresa eles resolvem logo, rsrs.
Ainda bem que deu td certo né amiga?

Bjs, fique com Deus! ♥

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Dinha
Quando as coisas aqui não vão bem, recorro ao PROCON e sou muito bem atendida...
Bjm fraterno

Marilda Cristina Blasse Pereira disse...

Ola Dinha infelizmente, o que mais vemos nesse nosso pais é falta de vontade...é triste?.... É, é claro que é, mas o que se pode fazer, quando o ''traste'' ou a, não esta satisfeito com seu emprego??? Dura realidade e te digo isso com ganho de causa, por mais de um ano tentando contratar pessoas para trabalhar comigo na minha empresa, depois de umas 5 tentativas inúteis(é bom ressaltar) desisti, hoje trabalho so com meu marido, é difícil, é sim, bem corrido, não me sobra muito tempo, mas em contrapartida, não sou obrigada a ver cara feia, desdém, e até mesmo má vontade, principalmente para com meus clientes e minha empresa, porque muitos hoje querem emprego, não um trabalho, conclusão prefiro assim, não quero contratar mais ninguém, mesmo sendo difícil estamos dando conta e estamos muito bem, e quando estou no papel de cliente não penso duas vezes, vou atras de todos meus direitos se os tenho! fez muito bem! Bjucas

Marilda Cristina Blasse Pereira disse...

Ola Dinha infelizmente, o que mais vemos nesse nosso pais é falta de vontade...é triste?.... É, é claro que é, mas o que se pode fazer, quando o ''traste'' ou a, não esta satisfeito com seu emprego??? Dura realidade e te digo isso com ganho de causa, por mais de um ano tentando contratar pessoas para trabalhar comigo na minha empresa, depois de umas 5 tentativas inúteis(é bom ressaltar) desisti, hoje trabalho so com meu marido, é difícil, é sim, bem corrido, não me sobra muito tempo, mas em contrapartida, não sou obrigada a ver cara feia, desdém, e até mesmo má vontade, principalmente para com meus clientes e minha empresa, porque muitos hoje querem emprego, não um trabalho, conclusão prefiro assim, não quero contratar mais ninguém, mesmo sendo difícil estamos dando conta e estamos muito bem, e quando estou no papel de cliente não penso duas vezes, vou atras de todos meus direitos se os tenho! fez muito bem! Bjucas

Prata da casa disse...

Olá Dinha: claro que devemos sempre lutar pelos nossos direitos,mas também gostei que tivesse apreciado a maneira atenciosa como foi atendida. Nem sempre as pessoas reconhecem como é difícil "dar a cara" para o cliente.
Bjn
Márcia

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Boa noite Dinha
Temos que buscar nossos direitos sim,até que se esgotem todas as tentativas.
No seu caso valeu muito a pena,o bom atndimento da empresa e um produto novinho com garantia.Merece agradecimento!!!
Beijos amiga

Iguaria Desigual disse...

Olá Dinha! Fez muito bem em fazer valer os seus direitos. Neste caso a Dinha ficou a ganhar e a marca também, pois ficou com uma cliente satisfeita e que está aqui a partilhar a sua feliz experiência. Devia ser sempre assim!
Beijinhos
Vanda

FLAVIA SEABRA & LENINHA SEABRA disse...

Dinha querida,
Amiga,vc arrasou nos seus direitos!Parabéns,temos que correr atrás e
sempre reconhecer o que é certo!Uma maravilhosa semana.
Um super beijo

Lúcia Soares disse...

Que ótimo! Sempre busco os meus direitos, pode ser até num grampo. rs
Felizmente nunca, mas nunca mesmo, tive um eletrodoméstico com problemas, acredita? Deus ajude que continue assim.
Sempre gostei dessa marca.
Beijo e sempre "bote a boca no trombone", se for direito seu.

Mary - Strawberrycandy disse...

Às vezes, vale a pena reclamar e não ficar calada,....
Beijinhos,
Espero por ti em:
http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/
www.facebook.com/omeurefugioculinario

lili disse...

Obrigada por este post.É muito útil saber que existem empresas sérias no país do oba oba.Vivo tendo o desprazer de ter que recorrer ao Reclame Aqui (muito eficiente) para resolver problemas com empresas que desrespeitam o consumidor.Parabéns para a Black & Decker!

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Parabéns, reclamar é seu direito e ótimo seu post!
Eu comprei um mini processador exatamente como este seu, mas de outra marca...fiquei com ele apenas 1 mês e dei para uma amiga que usa menos que eu. Não gostei, muito lento!!! Não processava o grão de bico com a salsinha direito, enroscava tudo e fiquei chateada. Estou usando o liquidificador até poder comprar um maior e mais potente!
Beijos!
CamomilaRosa

Denise disse...

É isso aí, Dinha! Se a gente fica quieto e se conforma, o povo passa a perna na gente! Parabéns pela atitude e pelo novo processador, muito lindo!
Obrigada pela visita, querida!
Uma ótima quarta-feira para você!
Bjs.
http://dedeartes-denise.blogspot.com

 Gilda Ferreira Machado disse...

Está certíssima em reclamar e exigir seus direitos,as vezes as pessoas que nos atendem tem muita má vontade,então temos sim que ser exigentes sempre!!!Que bom que deu tudo certo e vc com um lindo processador e vai aproveitar muito.Bjs querida amiga.

Sissym Mascarenhas disse...



Dinha,

Eu reclamo e normalmente sou bem atendida pelas empresas "fabricantes".
Alias, muitas já fizeram "gentilezas" como pedido de desculpas.

Já a empresa/loja que terceiriza o produto, a que vende especialmente no balcão, tem deixado a desejar. Outro dia queria uma informação numa das Lojas Americanas (Ipanema). E ouvi a resposta da balconista para um rapaz que queria comprar um eletroportátil: - troca na loja só até 4 dias, depois com o fabricante.

4 dias?! não eram mais 7 dias? que num passado recente eram 30 dias! tá difícil mesmo.

BJs

Avelã disse...

Acho que fica sempre bem a uma marca ter um atendimento simpático e eficiente. Os clientes não devem de tdo ser tratados como inimigos...
Acho que isso é geral com os processadores. Tive imensos problemas com o meu e fui levá-lo à loja onde eu comprei umas 3 ou 4 vezes antes de admitirem o defeito e me deixarem comprar outro produto...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...